domingo, 27 de maio de 2012

Será que “sou índigo ou cristal”?

Ao observar nossa vida cotidiana, podemos perceber com clareza como todos os processos da humanidade estão se acelerando. Se analisarmos a história recente, a última década, por exemplo, que foi a primeira do século XXI, comparando-a com a primeira década do século XX, e fomos retrocedendo no tempo, logo iremos concluir que é um fato como a humanidade evolui em inteligência e tecnologia. Em contrapartida, também podemos perceber nitidamente que as diferenças sociais e principalmente conscienciais tornam-se cada vez mais discrepantes. O mundo que vivemos está chegando à um ápice evolutivo, a ponto de executar um “salto quântico evolutivo”... O planeta Terra, amada Gaia, vivencia em sua totalidade um processo de “ascensão” elevando suas frequências de uma energia índigo, para dar um novo passo em sua evolução, manifestando a plenitude do AMOR e da Paz através da “Consciência Cristal”.

             Nos últimos anos, é cada vez mais frequente a quantidade de informações que encontramos sobre crianças índigos e cristal, sendo que a maioria delas, são meras repetições e “rótulos” que acabaram por se tornar um grande foco comercial, do pessoal da “Nova Era”. Como em tudo aqui na matéria, a dualidade sobre este tema se acentua, e somente nossa experiência pessoal é que pode comprovar determinadas “verdades relativas”.
         Já se passaram mais de 7 anos desde meu primeiro contato com o tema “índigos e cristais”, e nos últimos três, venho dedicando-me integralmente em compreender mais as teorias apresentadas, vivenciando esses conhecimentos com os seus verdadeiros “detentores”, os seres índigos e cristal.
                Grande parte dos textos e livros do assunto, citam datas de referência e a principal delas seria em Agosto de 1987, data conhecida como “Convergência Harmônica”, aonde os seres responsáveis pela evolução de Gaia, reuniram-se e “abriram novos campos de consciência e possibilidades de evolução”. Muitos pesquisadores referem-se ao campo cristalino ou REDE CRISTAL 144, como uma malha eletromagnética que envolve o planeta, e cria o “holograma da vida”. Neste campo de hipercomunicação, também conhecido como noosfera, todas as consciências, funcionam como uma única Consciência coletiva, a Unidade de vida em Gaia; uma “Consciência Cristal”.
Muitas pessoas que fazem esta mesma pergunta: “Será que sou índigo ou cristal?”; acabam percebendo que as respostas as levam à crer que muitas vezes somos os dois. E isto é um fato na dualidade. Grande parte dos seres humanos está vivenciando uma transição de índigo para cristal, e oscila entre momentos de plena lucidez e momentos de dúvida e dualismo.
                 Gosto de enfatizar o que aprendi sobre este assunto na prática, e um dos principais ensinamentos que recebi (diretamente de crianças cristais) é que a idade é o irrelevante, assim como as datas em que os seres nasceram. Através de minhas pesquisas percebei que existem adultos que já nasceram “cristal” e te mais de 40 anos, e que tem crianças de 4 anos que ainda são totalmente “índigos”.


O que posso dizer é que existe sim uma tendência maior de que a geração índigo sejam jovens e adultos de seus 15 à 40 anos, que os “violetas” tenham entre 10 a 20 anos, e que as crianças são em maioria consciências  mais próxima da energia cristal.
Em 1987, na convergência harmônica, Gaia recebeu uma nova oportunidade de avançar em energia e consciência, e uma série de fenômenos de expansão do campo eletromagnético do planeta, criaram muitas possibilidades, e a “aceleração” do tempo-espaço, e por consequência um maior dinamismo evolutivo.



Com tantas informações que chegam sem parar, da consciência infinita para cada um de seus canais humanos, ainda resta a pergunta: “SERÁ QUE SOU INDIGO OU CRISTAL”?

Posso dizer que somos todos UM... Todos índigos e todos cristal.

Os índigos sentem-se totalmente livres para AMAR de qualquer forma, para “destruir” os velhos sistemas, para romper limites, para descobrir, desbravar, investigar e mudar qualquer coisa, pois tem uma forte certeza interior de que tudo é como dever SER. São conhecedores de sua missão pessoal, “revolucionários” por natureza, totalmente à favor da liberdade de expressão, e são os primeiros a “lutar” contra hierarquias opressoras. Os índigos são os verdadeiros “leões da vida” que tem energia e atitude para cumprir a missão, “custe o que custar”.
Os violetas são seres que tem uma tendência pacificadora e harmonizadora das situações, gostam de utilizar a diplomacia e a inteligência para criar soluções que “evitem conflitos”. Com uma energia mais “refinada e sutil” que os índigos, possuem a sabedoria e a compaixão pelos seres “caídos” e sempre buscam formas de transmutar as situações, o que por muitas vezes pode ser doloroso para eles mesmos, pois tem uma certa tendência em “somatizar” o sofrimento alheio.
Os cristais são puro AMOR, alegria, brincadeira, leveza e presença de espírito. Dizem tudo com seus olhares, nem precisam de palavras, de ações ou de qualquer tipo de “ativismo” para cumprir seu objetivo, pois já sentem totalmente a UNIÃO interior com a Fonte de AMOR, a Consciência Suprema  que é Deus. Estes seres modificam o mundo por sua simples presença.
Existem muitas outras formas de identificarmos as crianças índigo e cristal, e serão muitos os livros e artigos que irão dar dicas sobre o assunto, mas como um SER Índigo-Cristal este é um resumo, uma resposta para a pergunta...
- Sua experiência pessoal é a única forma de comprovar a realidade. Ao invés de acreditar em tudo o que leu aqui, ou em qualquer lugar, busque experimentar o AMOR que existe em ti. Medite por alguns minutos e vai ver que todos somos índigos, violetas, cristais, e que também somos os seres “caídos”, que estão opacos e sem refletir a luz... Somente experimentando a verdade é que seremos realmente conscientes que somos filhos de Deus, que somos AMOR, e a resposta para esta, ou para qualquer pergunta é a mesmo... Somos todos UM... Somos todos AMOR!
 
http://conscienciacristal.blogspot.com.br/

Postagens populares