domingo, 17 de junho de 2012

Kian e Remee - As gêmeas de cores diferentes

Nota Gisele, autora deste blog: "Não sei se elas são índigos, mas amei a reportagem e resolvi colocar aqui para ilustrar...."


""
Uma tem a pele negra e grandes olhos castanhos. A outra tem a pele branca e olhos azuis. Elas podem compartilhar o mesmo sorriso insolente, mas lado a lado, elas dificilmente poderiam parecer iguais.

E mesmo assim, Kian e Remee são gêmeas, nascidas com um minuto de intervalo.



Segundo os especialistas, a chance disso acontecer é de uma em um milhão. Trata-se de dois óvulos fertilizados por dois espermatozóides ao mesmo tempo. A mãe Kylee Hodgson e o pai Remi Horder têm mães brancas e pais negros. O resultado surpreendente é um conjunto de dois tons diferentes.

Elas primeiro atrairam a atenção internacional quando foram apresentadas no Daily Mail com menos de um ano de idade. Agora, se aproximando de seu sétimo aniversário, ninguém pergunta por que elas não têm a mesma aparência, e nem passaram por qualquer preconceito racial.

"Elas são um exemplo tão perfeito de como deve ser", disse a mãe ao Daily Mail. "Elas não são incomodadas sobre sua cor de pele". Kian e sua irmã mais velha de 60 segundos nasceram em abril de 2005 por cesariana.



Kylee, agora com 25 anos, recorda o momento em que as viu pela primeira vez: "Eu notei que ambas tinham belos olhos azuis", disse ela.

"Mas enquanto o cabelo de Remee era loiro, o de Kian era preto e ela tinha a pele mais escura. Para mim, elas eram minhas filhas e eram apenas normais. Eu achei que ficariam iguais com o passar do tempo".

O tempo, no entanto, apenas acentuou as suas diferenças. Os olhos de Kian mudaram de cor e sua pele ficou mais escura. A pele de Remee ficou mais clara e os cabelos encaracolados ficaram loiros. Talvez sem surpresa, Kylee encontrou-se respondendo a perguntas sobre de quem as filhas eram, ou quem era a amiga loira de Kian, quando ela empurrava os carrinhos lado a lado.

"As pessoas me perguntavam por que eu vestia as crianças do mesmo jeito", disse Kylee. "Eu dizia: porque elas são gêmeas, e deixava as pessoas curiosas com isso".

Embora compartilhem uma ligação comum, as gêmeas já estão fazendo as coisas à sua própria maneira.



Hoje elas estão em classes diferentes na escola e têm diferentes conjuntos de amigos. Ambas amam dançar e cantar juntas, mas os seus interesses são diferentes, Kian tem um amor pelos animais e sua irmã gosta de culinária.

Como muitos gêmeos, porém, elas têm uma afinidade tácita, quase intuitiva.

"Elas ficam tão bem", disse Kylee, agora separada do Remi e vivendo em Dudley, West Midlands (Inglaterra). "Às vezes elas fazem as mesmas coisas ao mesmo tempo. Depois, elas ainda espirram juntas. Isso realmente me faz rir".

"E elas não percebem a coisa da cor. Elas cresceram com pessoas de pele clara ao redor delas, e também com pessoas negras. Mas elas são apenas elas mesmos. Elas não vêem o que todo mundo vê".

[Daily Mail]


Gêmeas, uma branca e outra negra, Kian e Remee, 7 anos de idade. Uma condição rara que acontece em um a cada um milhão de nascimentos de gêmeos.



sexta-feira, 8 de junho de 2012

Crianças Índigo E Crianças Cristal

Desde os anos 70, aproximadamente, psicólogos, psicoterapeutas e pedagogos começaram a notar a presença de uma geração estranha, muito peculiar.

Tratava-se de crianças rebeldes, hiperativas que foram imediatamente catalogadas como crianças patologicamente necessitadas de apoio médico. Mais tarde, com as observações de outros psicólogos chegou-se à conclusão de que se trata de uma nova geração. Uma geração espiritual e especial, para este momento de grande transição de mundo de provas e de expiações que irá alcançar o nível de mundo de regeneração.

Ricardo Figueira de Oliveira




CRIANÇA CRISTAL

Sensitiva explica o que são crianças índigo, também fala sobre os cristais e faz análises pessoais no Programa Algo Mais na TV Mundi de 13/09/2011.


VÍDEO - INGRID CAÑETE ADULTOS INDIGO

LITERATURA RECOMENDADA: ADULTOS ÍNDIGO - INGRID CAÑETE

Adultos Índigo - Ingrid Cañete



Há algum tempo, muito se falava sobre crianças índigo. Livros sobre o tema eram dispostos nas vitrines das livrarias, e era abordado em relação à educação familiar e pedagógica. Atualmente, adultos também estão inseridos nessa categoria e para serem classificados como tal é necessário observar a presença de características peculiares aos seres índigo. Mas o que são seres índigo? Não há uma definição precisa, apenas a idéia: se for pelo lado espiritual, temos espíritos encarnados a partir de 1970 com o intuito de renovar o planeta Terra; se for pelo lado humanista, temos novas gerações com necessidades, qualidades e habilidades específicas que requerem nova abordagem sócio-educativa para a compreensão mais ampla do fenômeno. Vale a pena saber mais detalhes do que é SER ÍNDIGO e perceber talvez, que sejamos parte dessa Legião comprometida com um mundo melhor!

Entrevista: Ingrid Cañete – Crianças Índigo: a evolução do ser humano

 "ESTOU LENDO.... E CADA PÁGINA ME EMOCIONO O TEMPO TODO....VIAJO NAS LEMBRANÇAS DE MOMENTOS JA VIVIDOS.... RECOMENDO" Gisele.


++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++


Entrevista concedida a Paulo Stekel por uma das maiores especialistas no tema - ©Todas as fotos foram cedidas por Tânia Meinerz

Inicialmente, Ingrid Cañete é uma pessoa gentil, para nós, uma característica espiritual por excelência. Nascida em Porto Alegre (RS), psicóloga, especialista e Mestre em Administração de Recursos Humanos, consultora de empresas, professora universitária e escritora, podemos considerá-la, sim, uma das maiores (se não a maior) especialistas brasileiras em “Crianças Índigo”.

É autora de três livros e co-autora de outros três. Seu livro mais recente, “Crianças Índigo – a evolução do ser humano”, divulgado na edição nº 10 de Horizonte – Leitura Holística, já em sua 2ª edição, é muito esclarecedor. Motivou-nos, inclusive, a solicitar esta entrevista, a qual Ingrid acedeu imediatamente. Suas respostas profundas e criteriosas sobre o fenômeno índigo informarão, seguramente, ao leitor interessado em saber mais sobre o que está acontecendo com algumas crianças consideradas “diferentes” por quem não sabe o que se passa.



Horizonte: Em seu mais recente livro, você diz que as Crianças Índigo representam a evolução do ser humano na Terra. Em que sentido isso deve ser considerado? A evolução não seria um processo envolvendo o todo da humanidade?

Ingrid: O que eu digo é que os índigos representam sim a evolução do ser humano, da espécie humana ou se quiser, da humanidade. Deve ser considerado exatamente assim. A humanidade desde seus primórdios está em constante evolução e manifesta essa evolução através de características comportamentais, físicas, emocionais, espirituais distintas que vão se mostrando e sendo observadas ao longo da história. Estas características em mutação são observadas especialmente pelos estudiosos do comportamento, como os psicólogos, por antropólogos, geneticistas, entre outros. Mas essas mutações são primeiramente sentidas e percebidas nas famílias, pelos pais e depois pelos professores que se relacionam com as novas gerações e são impactados e exigidos no dia-a-dia por essas transformações das novas gerações na medida em que se sucedem. É claro que a evolução envolve toda a humanidade e quando falamos nos índigos não estamos excluindo ninguém nem querendo criar mais rótulos que motivem fragmentações e segmentações desnecessárias e inadequadas. O termo Índigo apenas está sendo usado didaticamente para efeitos de estudo e de permitir que se faça referência às novas gerações que estão agora chegando com muitas características diferentes e que chegam em número cada vez mais massivo ao planeta Terra.


Faz parte do processo evolutivo acontecer na maior parte do tempo em silêncio e quase imperceptível, digamos, sutil. Apenas em etapas específicas e de tempos em tempos é que nos chama a atenção quando muitas mudanças, incluindo as mudanças na mentalidade, se reúnem e fazem com que essa evolução cresça e apareça aos nossos olhos. Como explica a Teoria do Caos, os sistemas de ciclo-limite são os sistemas que se excluem do fluxo do mundo externo porque grande parte de sua energia se dedica a resistir à mudança e a perpetuar padrões de comportamento mecânicos. Os sistemas de ciclo-limite são os que nos fazem sentir impotentes e incapazes de fazer as mudanças que desejamos e sabemos ser necessárias. Esses sistemas encontram-se em toda a nossa sociedade. Para que as mudanças aconteçam é preciso deixar que a energia e o fluxo do Caos se manifestem naturalmente e neste fluxo há uma ordem perfeita subjacente. Essa mudança vai ocorrendo de forma sutil e inexorável e chama-se de Efeito Borboleta ou poder de influência sutil.

A influência sutil é a que cada pessoa exerce para o bem ou para o mal, por ser como é. Trata-se de um padrão vibratório de energia e, portanto, de um nível específico de consciência atuando não pelas palavras, mas pelas atitudes e por sua simples presença que influencia tudo e todos à sua volta. Tanto é que sabemos que as crianças, especialmente elas por sua sensibilidade, reagem ao que você é e não ao que você diz. Quanto mais pessoas agem e interagem pelo bem ou pelo mal, com este ou aquele nível de consciência, existe uma interação de diferentes ciclos de feedback até que, sem podermos distinguir quem individualmente provocou a mudança, ela ocorre e o sistema de ciclo-limite é rompido. É quando passamos a ver a mudança, pois ela se tornou evidente para a maioria da sociedade ou pelo menos para um grande grupo.

Por exemplo, há muitos anos os cientistas vêem observando que as crianças estão nascendo com pés maiores, o que já fez com que a indústria de calçados fizesse muitas adequações a essa mudança. No âmbito do comportamento viemos observando, especialmente ao longo das últimas duas décadas, que as crianças e jovens já não aceitavam mais o serem tratados na base do controle e imposição. E que as crianças especialmente estavam manifestando comportamentos mais maduros e assim mostrando-se mais adultas em suas respostas e atitudes.
Mas atualmente, além de algumas mudanças aqui e ali, estamos presenciando uma mudança muito mais significativa que nos permite reunir uma série de características apresentadas por um número crescente de crianças. Estas características não são observadas em todas as crianças ainda, mas em uma parcela crescente delas. Para estudar estas mudanças e seu significado é que utilizamos uma terminologia específica como o termo “crianças índigo”.

 E, como trata-se de uma transformação que se dá a nivel de freqüência vibratória e de nível de consciência correspondente a esse padrão vibratório, podemos dizer que essa freqüência está acessível a todas as pessoas, a toda a humanidade, mas precisa ser buscada conscientemente para que o acesso se dê com maior rapidez. Estas crianças vêm com um nível de consciência mais expandido que se relaciona com sua freqüência vibratória e, na medida em que elas chegam, vão acelerando com sua simples presença o acesso de mais e mais pessoas, adultos e crianças que não estejam ainda vibrando nesta freqüência e que, portanto, ainda não estejam acessando o mesmo nível de consciência. É importante entender que, da mesma forma que durante o processo evolutivo, que é contínuo, as crianças não nasceram todas de uma vez com os pés maiores, mas isso foi ocorrendo gradualmente, assim é com a freqüência vibratória e a consciência expandida destas novas gerações. Gradualmente toda a humanidade vai acessando mais e mais níveis elevados de consciência na medida em que busque seu desenvolvimento e evolução e na medida em que convive com estas crianças e novas gerações.

Pierre Weil, em seu livro Fronteiras da Evolução e da Morte fala sobre a inquietação dos seres humanos com relação à supervalorização do raciocínio lógico-formal. Ele comenta que por muitos anos aqui no Ocidente nós acreditamos que o limite máximo a que o ser humano pode chegar em seu processo evolutivo corresponde ao ponto em que torna-se um intelectual, um universitário ou um doutor. Essa é uma crença arraigada em nossa cultura. Entretanto ele propõe uma pergunta: “Existirá outra forma de se experimentar a realidade? Existirão outras fases evolutivas no ser humano ou será que este chegou ao máximo de suas possibilidades? Será o ser humano um 'vir-a-ser' em pleno desenvolvimento neste planeta ou será que está se aproximando do fim de sua evolução possível?
Assim, a evolução é um processo de toda a humanidade e o que se chama de fenômeno índigo é apenas uma forma de aproximarmos a nossa lente para estudarmos e procurarmos conhecer e re-conhecer em profundidade, quem somos nós, os seres humanos.”


Horizonte: O conceito de "Crianças Índigo" apareceu, como já informamos em um artigo da Revista Horizonte – Leitura Holística, em 1980, no livro "Understanding you life through color", da professora Nancy Ann Tappe (EUA). O processo de identificação do "padrão" índigo passou por canalização (Channeling). Qual a confiabilidade desse conceito, uma vez que foi embasado em informações "canalizadas"? Os autores posteriores a Tappe não teriam se aproveitado de suas avaliações e "exacerbado" as coisas, criando um "mito" índigo?

Ingrid: Na verdade, como bem me explicou o próprio Lee Carroll recentemente, o trabalho e o livro de Nancy Ann Tappe não trata sobre o tema índigos. Ela sempre estudou, pesquisou, como cientista que é, e escreveu neste livro referido sobre as cores vitais das pessoas e relacionou as cores vitais com características de personalidade e habilidades, potenciais e missão de vida que as pessoas trazem para a existência.

O que ela fez na década de 70 foi identificar a presença da cor índigo na aura ou campo energético de uma criança pela primeira vez. Isso foi possível, pois ela tem uma disfunção no cérebro que lhe permite ver o campo energético das pessoas com muita clareza. É como se ela fosse, digamos, uma máquina de bioeletrografia (antiga Foto Kirlian).

O livro escrito por Lee Carroll e Jan Tober apenas se referiu à cor vital para identificar os índigos, pois esta é uma das maneiras de se identificar a chegada destas crianças, já que ela havia identificado a presença de um novo tipo de ser humano aqui no planeta. Quanto a essas informações serem canalizadas e a pergunta sobre se elas podem ser confiáveis, o que eu posso dizer é que mesmo que não houvessem essas canalizações, nós temos muitos estudos e dados de diversos cientistas no mundo que apontam para o surgimento de uma humanidade diferente, com características distintas de outrora. Além disso, isso já era previsto por todos os estudos de civilizações mais antigas, como os maias e também nas Escrituras Sagradas. Entretanto, sobre a comunicação através de canalizações, elas estão cada vez mais freqüentes e acessíveis a um número cada vez maior de pessoas. Na verdade, todos nós temos esse acesso. Apenas o que é preciso é analisar a qualidade e confiabilidade do canal. No caso de Lee Carroll, que conheci pessoalmente e com quem converso periodicamente, sinto confiança no que ele escreve e diz, e já presenciei suas canalizações e li seus livros, sentindo que há verdade e coerência no que ele traz de suas canalizações. Existe coerência com outras teorias e, inclusive, com as ciências humanas mais avançadas, como a Física Quântica e a Teoria do Caos, a Teoria das Supercordas e a Teoria dos Campos Morfogenéticos, de Rupert Sheldrake.

Sobre canalizar, eu mesma canalizo e acredito que este é o sistema de comunicação mais avançado que está sendo disponibilizado a todos nós, humanos. É um sistema de comunicação e de relações interdimensionais. É simples para quem quiser ver assim, é complexo e complicado e talvez absurdo para quem quiser ver desta forma. Acima de tudo está o livre-arbítrio que rege nosso planeta.

Se fôssemos levar para o lado de que se aproveitaram, o que eu não acredito sinceramente, então poderíamos fazer tal questionamento a muitos temas como, por exemplo, o rótulo de hiperatividade e DDA e bipolaridade que está sendo atribuído a tantas crianças e jovens na atualidade, e que está fazendo com que certos autores, terapeutas, professores, escolas e principalmente laboratórios, ganhem muito (!) dinheiro rotulando, na maior parte dos casos com falta absoluta de provas e de competência para isso, rotulando e medicando essas crianças e jovens em série, com ritalina e também com outros medicamentos tais como antidepressivos, colocando-os no caminho de muitos distúrbios e doenças graves que esta droga pode causar, incluindo a perda de peso, tics, agressividade, câncer, crises psicóticas, ataques cardíacos e até a morte. Eu acho que a revelação do tema Índigos por parte de Lee Carroll e Jan Tober é sim um alerta e uma chamada geral para que se evite esses graves erros de “diagnóstico” e a medicação em série destas crianças e jovens que visam anestesiar e impedir a manifestação de seus melhores talentos, já que estes incomodam e desacomodam, já que têm o propósito de promover a mudança, a transformação. Essas novas gerações vêm com o potencial e a missão de romper com os sistemas de ciclo-limite de que fala a Teoria do Caos, e isso é assustador para quem está no controle hoje, para quem está no poder.

Horizonte: Entre as características dos Índigo, a mais difícil de se confirmar é a questão da "aura azulada". Como a psicologia convencional e mesmo a transpessoal têm encarado essa "característica"? Cientificamente falando, quem pode confirmar a existência de uma "aura azul"?

Ingrid: A existência da aura azul é a mais simples de ser confirmada, embora não seja necessário se usar este recurso para identificar a freqüência índigo numa criança, jovem ou adulto. O caminho é buscar um profissional competente e confiável e fazer a bioeletrografia ou antiga Foto Kirlian. Veremos ali a presença ou não do espectro azulado em coloração índigo ou não. Eu mesma já fiz minhas fotos e tenho usado este recurso para acompanhar minha própria evolução do ponto de vista inclusive de equilíbrio energético e de saúde. A Psicologia Transpessoal já está incluindo este tema como disciplina de estudo e já existem pesquisas começando a ser feitas aqui no Brasil, tais como trabalhos de monografia e de mestrado. Temos muito a caminhar, estudar e descobrir. Sem dúvida, é um campo aberto para a pesquisa.

Horizonte: Há como separar o fenômeno índigo de questões metafísicas ou realmente a solução é unir ciência e mística ou metafísica e física? A psicologia já se mostra inclinada a essa união?

Ingrid: Eu, sinceramente acho que não há como separar. Tendo para a visão holística e transdisciplinar, tanto do tema Índigos como da realidade em si e de nossa existência aqui na Terra, assim como a respeito do cosmos e de nossas relações com ele. A Psicologia Transpessoal eu creio que sim. Já não posso afirmar isso quanto à Psicologia dita tradicional, que ainda insiste em resistir a enxergar essas mudanças. É um bom exemplo dos sistemas de ciclo-limite que falei. A Psicologia tradicional que vigora no ensino acadêmico está ainda muito fechada a essas mudanças. Entretanto, o efeito sutil da borboleta está agindo e, como sabemos, é inexorável...

“A história humana é feita desta forma. Husserl, no século XX e alguns outros pesquisadores num esforço de questionamento a respeito dos fundamentos da ciência, descobriram a existência dos diferentes níveis de percepção da realidade pelo sujeito observador. Mas eles foram marginalizados pelos físicos e filósofos acadêmicos e incompreendidos pelos físicos, fechados em sua própria especialidade. De fato eles foram pioneiros na exploração de uma realidade multidimensional e multireferencial, onde o ser humano pode reencontrar seu lugar e sua verticalidade.” (Basarab Nicolescu, no seu livro Manifesto da Transdisciplinaridade)

Horizonte: A suposta imunidade dos Índigo a doenças como câncer e AIDS (conforme Maria Dolores Paoli) seria por sua origem "especial" ou, por outro lado, poderia ser atribuída a um processo biológico natural de imunidade, pelo fortalecimento das defesas do feto gerado em uma mãe infectada cujo organismo busca o reequilíbrio imunológico?

Ingrid: A imunidade dos índigos, ou seja, seu sistema imunológico fortalecido e resistente, é decorrência da ativação de quatro códigos do seu DNA. Quer dizer, ele vem programado para manifestar essa resistência maior às doenças. Em casos que temos atendido e também em muitos citados pelos autores, quando os índigos adquirem doenças na sua infância e adolescência é muito mais devido ao estresse excessivo da falta de amor, de limites e de referência adequados e até a violência a que são submetidos. Mas o que se observa nestes casos é que eles logo se recuperam, ressurgem ainda mais fortes e energéticos, com uma vitalidade impressionante, lembrando muito fênix que ressurge das cinzas. Agora, é claro, são seres humanos, e como o processo de evolução é dinâmico e holístico e transdisciplinar, não podemos ignorar também as influências biológicas naturais atuando e dando um colorido particular à trajetória de cada indivíduo, incluindo os índigos.

Horizonte: Algumas das principais características atribuídas às Crianças Índigo não foram sempre comuns em uma parcela das crianças em geral, como hipersensibilidade, muita energia, resistência à autoridade, aprendizado pela exploração, bloqueios de aprendizagem, não suportar ameaças, etc.? Não são coisas pertinentes ao desenvolvimento infantil em geral?

Ingrid: O que se analisa é um padrão de características que andam juntas e não características isoladas para estudar os índigos. De qualquer modo, claro que sempre houveram crianças e jovens com hipersensibilidade, por exemplo. Esses, possivelmente, se fôssemos analisar de perto poderiam ser identificados como índigos presentes em menor número em outras épocas ou não, apenas como seres mais sensíveis do que outros. Sabemos que freqüência índigo está presente aqui na Terra, em casos raros, desde a época de Cristo, como diz Josenildo de Carvalho, autor de um livro sobre índigos ainda inédito, aqui no Brasil. Sabemos que Einstein, Van Gogh, Gandhi, provavelmente foram seres de freqüência índigo e pioneiros que estiveram aqui e sofreram muito por estarem em meio a uma freqüência muito densa que predominava na Terra na época em que viveram.

Horizonte: José Manuel Piedrafita Moreno diz que muitas Crianças Índigo simplesmente não trazem consigo "cargas cármicas". Como isso é possível, considerando que "carma" é o produto da ação no mundo manifestado e só cessa, segundo os orientais, com a Iluminação? Os Índigo seriam "iluminados"?

Ingrid: Bem, isso é o que este autor diz. Entretanto, outros autores colocam que os índigos trazem, sim, alguma carga cármica, se bem que menor e que, por causa disso, eles trazem alguns sintomas relacionados a essa carga. Por exemplo, estamos vendo muitas crianças nascendo com refluxo esofágico que, segundo uma colega médica, que recebeu informações através de canalização, o refluxo está ligado a que estas crianças sabem que têm uma missão, sabem que será difícil, desafiadora e, diante disso, exitam e somatizam, devolvendo como refluxo numa manifestação da dificuldade de engolir o alimento e de digerí-lo, o que equivale à dificuldade de aceitar esta missão, que contém carga cármica, sim.

Não acredito que os índigos já nascem iluminados, no sentido em que os orientais se referem de que um iluminado seria aquele que já alcançou a plenitude, a unidade com a essência e a luz. Mas acredito que os índigos nascem com a consciência expandida, mais expandida do que aqueles que ainda não vibram nesta freqüência. Assim, eles estão mais iluminados neste sentido, já que consciência é luz e quanto mais a expandimos, mais nos iluminamos.

Horizonte: Qual a verdadeira origem dos Índigo? Seriam espíritos vindos de outros mundos, como pensam algumas correntes? Extraterrestres, segundo outras? Ou nada disso?

Ingrid: Os índigos, em termos de origem, segundo o que já li e pesquisei, são sim seres vindos de outros planetas, como consta, inclusive, na nossa origem como espécie humana. Mas não todos eles, e sim uma parcela deles. Se eles são espíritos de outros planetas eles são, portanto, extraterrestres, porém como eu disse, não todos, uma parcela deles. Agora, o que julgo mais importante é não fantasiar sobre isso e buscar uma compreensão mais profunda sobre o que significa outros mundos ou outros planetas, quem são os extraterrestres. Tudo está conectado com a nossa própria origem. Nós somos, provavelmente em grande percentual aqui na Terra, extraterrestres, ou seja, seres que vieram de outros planetas e ajudaram a povoar a Terra.

A vida existe em muitos níveis de realidade e em muitos planetas, assim como em outras galáxias. Não há porque duvidar disso e a mim parece tão simples essa possibilidade. Entretanto, não estou querendo convencer ninguém daquilo que acredito. É apenas o modo como eu sinto e acredito. Já que existem tantas crenças diferentes da origem da humanidade, o que posso dizer é que cada um deve sentir primeiro e depois buscar a verdade que ressonar como verdade com sua essência. Não acredite ou se deixe convencer por ninguém. Encontre dentro de você a verdade através de sua própria conexão com a Fonte, com Deus. Sugiro um livro muito importante neste sentido que é o livro O Código de Deus, de Gregg Braden, como leitura muito esclarecedora sob muitos aspectos sobre nossa essência e origem. Além deste, temos livros como Yo Vengo del Sol, escrito pelo menino que hoje já é um jovem argentino chamado Flavio Capobianco, e que não só falava desde pequeno sobre seu planeta de origem, como conta detalhes da vida neste planeta e detalhes de como formou-se nossa espécie humana. Ele acrescenta desenhos muito específicos e esclarecedores tanto quanto impressionantes. Também o livro El Niño de las Estrellas, de Phoebe Lauren, que foi escrito pela mãe de um menino chamado Marcos, que viveu só até os dez anos de idade e que desde pequeno contava que vinha de um determinado planeta, contava detalhes da vida neste mesmo planeta e que já tinha estado na Terra e tinha sido filho deste mesmo casal. Explicava para a mãe que ele iria partir em breve e que ela deveria escrever livros sobre tudo o que ele lhe contava e ainda contaria.

Agora, na medida em que falamos de seres humanos, os índigos são seres humanos mais evoluídos que estão encarnando ou nascendo aqui e chegando em número crescente, manifestando o potencial que existe em todos os seres humanos de forma mais ativada, com um DNA ativado, ou seja, quatro códigos a mais ativados, o que faz com que esses potenciais que todos possuem se manifeste e impressione muito. São dons e capacidades que parecem fantásticas e que antigamente se classificava como fenômenos metafísicos, mas que hoje em grande parte a ciência já comprova e podem ser considerados fenômenos físicos. Na Universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA), os experimentos mostraram que, ao mesclar células destas crianças com doses letais do vírus da AIDS e com células cancerosas, não houve alteração. Essas crianças não contraíram as doenças e suas células não sofreram alteração.
Eu poderia me estender mais, mas vou finalizar esta resposta com a citação que fiz na palestra mais recente sobre o tema:

“A Nona Visão... A Cultura Emergente:
Como todos nós evoluímos para melhor conclusão de nossas missões espirituais, serão completamente automatizados os meios tecnológicos de sobrevivência, permitindo que o ser humano focalize sua atenção nos eventos de sincronicidade que contribuem para o seu crescimento pessoal e coletivo. Tal crescimento permitirá que o ser humano ingresse em estados de consciência mais elevados, transformando, inclusive, a densidade do seu corpo, que passará a ser cada vez mais sutil e se unirá a uma dimensão de existência pós-vida, colocando um fim ao ciclo sucessivo de nascimento e morte.”
(James Redfield, no livro de sua autoria, A Profecia Celestina)

Horizonte: Agradecemos a gentileza de ceder-nos essa entrevista. Gostaríamos que a encerrasse discorrendo sobre a missão que teriam os Índigo em nosso mundo daqui por diante.

Ingrid: Os índigos têm como missão principal romper com os padrões vigentes, com as fronteiras estabelecidas por estes padrões e com os valores e leis humanas que se estabeleceram ao longo do tempo e que determinaram que chegássemos ao estágio atual de degradação social e ambiental e de desigualdade e injustiça, devido a que se perdeu a conexão com a fonte de toda a vida, com a essência, com a luz ou, se quisermos, com os valores fundamentais e mais elevados.

Os índigos vieram para provocar e cutucar, desacomodar, sacudir e fazer a humanidade parar e pensar, repensar e reavaliar os seus valores, seu rumo, as conseqüências de todas as suas atitudes até aqui. Eles vieram para fazer tudo isso, porém, com muita sabedoria e amor, sempre guiados pela força do amor que é fortemente manifesto por eles. Os índigos vêm para promover a mudança, especialmente do modelo educacional vigente e a construção de um novo modelo educacional com base no amor incondicional, na consciência, na criatividade e na espiritualidade que vise à criação de um mundo de paz, um mundo mais humano e mais evoluído para todos, onde as desigualdades e preconceitos sejam simplesmente eliminados. Eles vêm como arautos da paz, preparar o “terreno” para a chegada em massa das crianças com uma freqüência ainda mais sutil, que são as crianças cristal.

Os índigos vêm para serem os líderes que criarão as novas empresas e novas formas de gestão, que criarão novas formas de governar e de educar e que nos guiarão na direção desta transformação da realidade e do planeta. Eles vão nos guiar na direção de um mundo fraterno, amoroso e pacífico. É claro que para isso ainda precisamos de mais duas ou três gerações para que se configure essa nova realidade. Mas tenhamos certeza, ela está em marcha e não haverá retrocesso...

Obrigado pelo espaço e pela oportunidade de divulgar minhas idéias, e desejo estar contribuindo para o estudo e para a pesquisa em torno deste tema tão atual e importante quanto urgente.

Um abraço fraterno e afetuoso a todos os leitores e aos responsáveis por esta revista.


http://revistahorizonte.blogspot.com.br/

sábado, 2 de junho de 2012

A Crise Transicional de Indigo para Cristal

por Celia Fenn




O arcanjo Miguel pediu-me para escrever este artigo de modo a ajudar as muitas pessoas que passam por a experiência de uma mudança rápida para uma consciência multi-dimensional, ou uma mudança do estado de consciência Indigo para o estado de consciência Cristal.
Existem pessoas que fazem a transição de uma maneira relativamente gentil, mas há muitas que entram em crise quando isto acontece. Estas são as pessoas que geralmente se abrem às dimensões superiores. Esta escolha não é feita logicamente pela mente racional, mas é antes uma escolha feita pela alma em resposta às energias transicionais que estão disponíveis pela própria Terra. Por isso, ás vezes uma pessoa é impulsionada para mudanças psicológicas, emocionais e físicas para as quais não encontra explicação. Isto pode causar uma crise. A minha experiência diz-me que doutores e psicólogos ortodoxos não podem ajudar muito pois não percebem o que a pessoa está a passar. Quando os testes vêm de volta e os resultados são negativos, a pessoa é frequentemente considerada histérica, não embasada ou até esquizofrênica.
Esta transição frequentemente acontece a pessoas que têm estado em caminhos espirituais, e que estão melhor equipadas para lidar com estas mudanças. Mas, na minha experiência, as crianças Indigos também, não importa o seu estado de consciência, são particularmente vulneráveis à experiência espontânea de transição para a consciência das dimensões superiores. Também tenho de acrescentar que o uso de qualquer tipo de drogas, que é bastante comum nos adolescentes Indigos, muito frequentemente precipita esta crise transicional antes que a pessoa esteja realmente preparada para enfrentar as consequências.
Em baixo, está uma lista de sintomas sentidos neste processo de crise ou revelação:

  • Sensibilidade extrema repentina às pessoas e ambientes. Uma pessoa que antes era sociável e ativa, de repente vê-se a não poder estar em centros comerciais ou em ambientes de multidão tal como restaurantes.
  • Um aumento de habilidade psiquica e de consciência. Isto frequentemente manisfesta-se em uma habilidade para "ouvir" os pensamentos e sentimentos interiores de outros. Isto pode ser um pouco desconcertante se a pessoa imaginar que as outras pessoas todas também lhe podem ouvir os pensamentos e sentimentos. Também uma sensibilidade extrema para energia negativa em certos ambientes ou pessoas, incluindo uma incapacidade de tolerar certas pessoas que antes lhe eram próximas.
  • Esta sensibilidade aumentada pode levar a ataques de pânico e de ansiedade. Estes podem acontecer a qualquer altura, até quando a pessoa acorda à noite. Frequentemente não há razão válida para o ataque, embora a pessoa procure com frequência encontrar uma razão.
  • A pessoa também pode sentir-se com a cabeça no ar por longos periodos, apenas querendo se sentar e estar quieta. Isto pode ser irritante para alguém que dantes era bastante energético e activo. Isto é apenas um ajusto consciente para passar mais tempo nas dimensões superiores e menos tempo na terceira e quarta dimensões. Relacionado a isto há a necessidade de descansar e dormir por muito mais tempo do que o custume, e de uma desacelaração geral.
  • Ansiedades obssessivas de humanos serem destruidos (por poluição, falta de recursos, extra-terrestres, tecnologia, etc). Isto acontece porque uma consciência multi-dimensional pode aceder a todos os niveis da mente de grupo, incluindo aquela parte que se agarra aos medos e às ansiedades sobre o modo de sobrevivência da espécie humana. Como a pessoa frequentemente se preocupa com a sua própria sobrevivência, elas tendem a estar em sintonia com esta parte da mente de grupo ou campo morfogenético.
  • Uma necessidade obssessiva de perceber o que está a acontecer, levando a mente a ficar hiper-ativa e a pessoa a ficar com medo que está a ficar maluca ou a sofrer de desgaste. Também um medo de ficar maluca e de ser incapaz de lidar com a vida mundana no futuro. De novo, psicólogos e doutores parecem oferecer muita pouca ajuda.
  • Depressão sem qualquer razão, ou relacionado com o estado de crise. Isto é frequentemente apenas a consciência a tirar camadas velhas de energia que precisam de ser liberadas. Não é necessário "processar" ou reviver a experiência, apenas permita ao seu corpo liberar essa energia. Tem paciência com o processo e entende que vai passar.
  • Padrões de sono interrompidos, geralmente acordando três vezes à noite, ou mais ou menos às três da manhã. De novo, isto é apenas a consciência a adaptar-se a novos ciclos de actividade. A consciência superior está geralmente mais activa à noite porque as dimensões inferiores estão mais paradas nesta altura.
  • Sentir estranha energia eléctrica pelo corpo. O corpo cristal é extremamente sensivel, e sente ondas solares, lunares, cósmicas, e energias do centro galáctico. Frequentemente estas energias estão a assistir no processo de "renovação eléctrica" do corpo para poder carregar com estas energias superiores. Pela minha experiência, eu sei que isto pode ser desconfortável. Mas o corpo eventualmente aclimatiza-se a lidar com estas ondas de energia. Tu provavelmente acharás estas energias mais intensas por volta da Lua Cheia. A melhor maneira que eu achei de lidar com este fenómeno é ir lá para fora e pôr-se descalço na terra e imaginar a energia correndo pelo teu corpo e para dentro da terra.
  • Uma gama inteira de sensações e experiências fisicas, geralmente associadas com desintoxicação. O corpo Cristal não contem tóxicos, mas permite que tudo passe por ele. Na verdade, o truque eventual de ser um Cristal é de apenas deixar que tudo passe e não se agarrar a nada. O estado definitivo de liberdade de espirito. Mas neste estágio o corpo precisa de libertar anos de lixo tóxico, quer seja fisico, emocional ou mental. A libertação é sempre pelo corpo fisico, que apresenta sintomas, tais como fadiga intensa, dores de musculos e de articulações especialmente nas ancas e joelhos, dores de cabeça, especialmente na base do crânio, e dores de pescoço e ombros.
  • Tonturas ou ficar "espacejada". Isto é porque estás em estados de consciência superiores. Tens de te habituar a estar nestes novos niveis e a manteres-te "ancorada". Estas sensações tendem também a aumentar durante fulgores solares e luas cheias.
  • Aumento de apetite e engordar. Isto é porque o corpo precisa de quantias enormes de energia para propulsar este processo.
  • A habilidade para ver alem dos véus. Isto quer dizer, de ficar consciente de espiritos, devas, E.Ts e anjos como uma realidade, e comunicar com eles. Isto pode ser bastante assustador se uma pessoa não está habituada a este tipo de consciência dimensional.

Competências para enfrentar à Transição

O melhor conselho que posso dar é aceitarem o processo e não resistirem. A minha própria transição já continua à quase 18 meses. Eu descobri que a chave é aceitação. Eu continuei a esperar que um dia iria acordar e sentir-me "normal" de novo. Foi só quando eu aceitei que nunca mais eu me sentiria "normal", como eu sabia, que eu fui melhor capaz de sentir-me mais confortável no meu espaço e de enfrentar melhor a transição. Depois podes começar a explorar a aventura ou o lado positivo deste estado.
Aqui estão algumas dicas para lidar com esta crise transicional:

  • Fica em paz com o que está a acontecer com o teu ser. Estás-te a tornar um Ser Cristal. Outro termo é um "Ser Cristico" que se refere a um ser multi-dimensional com acesso total a 9 dimensões, e talvez 13. A minha experiência até agora é que algumas pessoas só se abrem para a 5D, outras vão para a 6D. Se conseguires atingir a 6D, então conseguirás provavelmente alcançar ainda nesta vida a consciência total da 9D, talvez até num futuro próximo. Que previlégio e benção!!
  • Sê bondoso para ti próprio e cuida de ti. Lembra-te que como ser Cristal, tu carregas uma harmonia igual da energia "mãe" e da energia "pai". A mãe diz, cuida de ti como se fosses um bebé recêm-nascido, porque de facto é isso que tu és. Precisarás de tempo para desenvolveres força e aprender as competências novas do teu novo ambiente. Confiança é muito importante aqui. Eu fiz a transição como uma individual ganhando a minha vida com o meu próprio negócio e muito poucos recursos. Estava apavorada que a minha condição fisica não deixasse-me ganhar o suficiente para sobreviver. Mas fui "segurada" através do processo, e ainda tenho a minha casa e tive sempre o suficiente embora tenha havido algumas situações apertadas.
  • Não tomes drogas de qualquer espécie se puderes. Obviamente se estás a tomar medicação para a tua saúde então precisas de continuar. Mas não tomes drogas recreativas de qualquer espécie, porque elas vão agravar o processo e podes te perder "além" nas dimensões superiores. Tenta também enfrentar a vida sem tomar anti-depressivos ou tranquilizantes, embora se estás a tomá-los, vais precisar de conselho médico e não deves parar de repente. O melhor caminho a tomar é medicina homeopática e naturopática, e eu tenho achado que Essências Florais ajudam bastante também.
  • Evita multidões e lugares cheios de gente. Eu aperfeiçoei a arte de fazer compras semanais em uma hora relâmpago de modo a cuidar das minhas necessidades mas sem passar muito tempo em ambientes tóxicos e cansativos. A chave aqui, é segurar a tua própria paz e harmonia tão vigorosamente de modo a que em vez de seres tu a ser afectada pelo ambiente, és tu que afecta o ambiente de maneira positiva. A pessoa Cristal segura e carrega sempre energia positiva, mas aprenderás a usá-la de maneiras incrivelmente poderosas uma vez que tenhas atingido o teu equilibrio e que sejas capaz uma vez mais de te mover entre as pessoas com facilidade.
  • Mantêm-te ancorada e centrada. Isto pode ser um desafio grande para aqueles que se estão a aclimatizar à consciência dimensional superior. Vais-te sentir frequentemente tonta e "espacejada". Mas tenta tomar atenção total aos aspectos de vida fisicos e de ancoro. A chave aqui é passar tempo fazendo exercísio, andar ou actividades culinárias ou artisticas. Não passes horas em frente da TV ou perdido em jogos de computadores. Estes apenas servem para não te sentires ancorada.
  • Passa quanto tempo tu puderes na Natureza. Vais achar que passar tempo ao ar livre e ao sol vai ajudar e reforçar os teus corpos. As Devas também estão aqui para suportar os teus processos.
  • Come simples e come tanta fruta e vegetais frescos quanto for possivel. Deram-me orientação que arroz castanho e vegetais são o melhor tipo de comida para este corpo novo. No entanto sacia os teus desejos - os meus têm variado entre lulas e bolo de chocolate. Não é altura agora para fazer dieta. O teu corpo precisa de quantidades enormes de nutrição para sustentar os processos que estás a passar. Podes até engordar, mas vais ter de aceitar que isto faz parte da transição.
  • Finalmente - Celebra a tua transição. Estás-te a tornar um humano Galáctico, o próximo passo na evolução humana! Estás a entrar no teu direito de primogenitura.
BENVINDO A CASA, ANJO HUMANO.

http://www.starchild.co.za/portuguese/crisispor.html


FREQUÊNCIA INDIGO

"NÃO SOMOS SERES HUMANOS PASSANDO POR UMA EXPERIÊNCIA ESPIRITUAL, SOMOS SERES ESPIRITUAIS PASSANDO POR UMA EXPERIÊNCIA HUMANA."
Teilhard Chardin
O Universo está em constante movimento (mutações) e evolui com seus filhos!... E esta evolução se faz sempre numa direção mais complexa, em eterna continuidade. O processo acontece com o espírito passando por múltiplos estágios de crescimento, transformações e expansões, num eixo evolutivo vertical, com novas e diferentes etapas de amadurecimento e aumentos freqüências de sua consciência!... A humanidade tem potencial para a perfeição, para atingir a supraconsciencia cósmica!
Esta evolução compete exclusivamente a cada ser humano e a ninguém mais!... Ela depende de sua bagagem espiritual e existencial.

Não se pode parar ou evitar o processo evolucional, pois esta é a natureza do universo criado, é uma lei cósmica.
Vivemos um momento que antecede a um grande salto quântico da humanidade, como aconteceu no passado ao descobrirem o fogo, a roda, a agricultura, a escrita etc.
Desta vez, porém, com maiores conseqüências e mutações.
Por isso almas especiais, com maiores freqüências energéticas, começam a encarnar em massa na Terra _ são os índigos, o próximo degrau evolutivo da humanidade.


Todos os humanos têm esta freqüência em potencial, mas devido a densidade pesada do planeta, desníveis evolutivos e a outros fatores isto só agora começa a se manifestar.
Astrônomos importantes como Freidrich Wilhelm Bessel, Paul Otto Hesse, José Comas Sola, Edmund Halley chegaram a conclusão que o sistema solar gira em torno de Alcione, estrela central da constelação das Plêiades, sendo nosso sol sua oitava estrela. Ele leva 26 mil anos para completar uma volta orbital ao redor de Alcione. E agora fechamos um ciclo orbital ( Nova Era/ Aquário – A última que terminou foi de Peixes)
Alcione possui um gigantesco anel de radiação chamado de Cinturão de Fótons.
(fóton _ mais ínfima partícula de energia eletromagnética _ divisão do elétron )


A cada 10 mil anos, o sol e sua corte passam pelo Cinturão, causando uma grande excitação molecular em tudo e resultando assim em grandes transformações no planeta.
O planeta e sua humanidade terão que se adaptar a estes novos tempos, a estas novas freqüências energéticas. Desde 1972 o sistema solar entrou nesta radiação, que terá seu apogeu em 2012, permanecendo neste cinturão por 2 mil anos (A Era da Luz ou de Ouro), assim causando o nascimento de uma outra civilização com pessoas melhores.

Em 1941 começaram a nascer crianças portadoras de almas pioneiras, especiais, detentoras desta nova freqüência, com a função maior de ajudar na mudança próxima, desencadeando as reações necessárias para as transformações individuais e coletivas do planeta. Elas estão em ressonância com mundos superiores, de onde vêem, vibrando como diapasões da Grande Orquestra de Deus.

Aumentam com suas presenças a freqüência planetária e humana!... Têm missões de vanguarda a cumprir. Depois, começaram a virem "ondas" a partir de 1970, 80 e 90. Agora são muitos os índigos em todos os povos e lugares do planeta.
São as fabulosas crianças do terceiro milênio, detentoras de grandes dons e inteligência.
(índigo = cor azul escuro)
A maioria possui a aura nesta cor, mas podem tê-las também em dourado, azul/violeta ou púrpura. É uma geração de "Mestres" e "Guerreiros da Luz ou do Espírito" que vêem om a missão de descobrir novos conhecimentos e passá-los, quebrando paradigmas ultrapassados e doentes, lutando pela unidade/igualdade, por valores éticos, pelas virtudes, defesa do planeta e animais, novos sistemas de paz e amor, sendo exemplos vivos destas verdades!...



Trouxeram um enorme potencial para provocar tudo isto, mas podem sofrer grandes dificuldades na gestação, nascimento, na infância ou adolescência, dificuldades de adaptação, encaixe energético, provocando desajustes, traumas, cicatrizes, danos extras, doenças etc. Terão que enfrentar grandes desafios, incompreensões, falta de estruturas e desamor. Dependendo da educação que recebam e o meio em que vivam, podem até perder o objetivo divino de seu nascimento. Tendo revertidas suas polaridades, poderão virar agressivos, hiperativos e irados, sem que se manifestem os dons que trazem!

Nada, porém, é por acaso, tudo faz parte de um Plano de Deus! Aceitaram antes de encarnar este desafio. A corte divina os acompanha e torce por eles!
Como dizia Einstein: "Deus não joga dados, existe um plano!"
Existem hoje no planeta crianças, jovens, adultos e idosos com freqüência índigo.
Características destas pessoas:

· Cor do campo eletromagnético (aura) diferente, maior e mais claro.
· Percebem os pensamentos e os sentimentos alheios com facilidade, dificilmente não verão a face por baixo das aparências.
· São curiosos, buscadores das verdades espirituais. Amantes do conhecimento.
· Sentem um chamado interno para ajudar, criar e servir. Amor incondicional.
· Têm sabedoria inata, percepção do todo, visão, síntese e rapidez de raciocínio.
· Carregam dons artísticos, são também inventores e cientistas.

· Líderes por natureza, novas teorias, novos sistemas em todos os setores.
· Agentes facilitadores do processo divino de transformação no planeta.
· Questionam tudo, não se deixam influenciar, têm liberdade de pensamentos, inovam, incomodam aqueles que vivem dentro de uma rigidez severa. Quebram padrões, rompem fronteiras, por isso, às vezes, são odiados e ameaçados.
· Amam e defendem a natureza, os animais e o planeta.

· Lutam por uma Terra brilhante, com valores humanos, éticos e desenvolvimento justo. Sem desigualdades ou sofrimento.
· Reconhecem a falsidade de longe, descobrem verdades ocultas nas diferentes áreas da vida, caminham sempre movidos pela verdade, abrindo caminhos.
· Sacodem bases antigas, ultrapassadas. Vêem além, adiante e seu grupo e tempo.
· Têm o hemisfério direito do cérebro bem desenvolvido e grande intelecto.
· Os videntes conseguem reconhecê-los de longe. Possuem poderes paranormais ativados ou em potencial: telepatia, profecias, mover objetos, intuição etc.

· Pontes entre a velha e as novas energias. Ancoram e ativam vórtices energéticos.
· Assimilam as energias ao redor, podendo intoxicar-se com as de má qualidade.
· Sofrem ataques de vampiros, espíritos sombrios, tentações para que se desviem da missão original.
· Atraem pessoas, têm carisma, beleza e boa comunicação.

· Podem acessar outras realidades, ver anjos, mestres, comunicar-se com eles, são canais de Deus. Interesse e crença por extraterrestres, astronomia, cosmologia, física, o mistério da vida. Multidimensionais e interdimensionais.
· Curam com a palavra, pensamento e mãos ou só com a presença.
· Amam o que fazem, são muito sensíveis, dinâmicos, originais.
· Possuem atenção seletiva ( colocam foco só no que lhes interessa)
· Detestam ser manipulado, receber ordens descabidas ou sem explicações, regras não racionais ou injustas, tolhidos de liberdade, podados, qualquer espécie de controle ou autoritarismo.
· Aversão a trabalhos repetitivos, monótonos ou obrigatórios.
· Intolerância a estupidez, teimosia, trabalhos em grupo.
· Essencialmente pacíficos, mas com ataques de ira quando indignados. Aí, refletem a violência recebida.
· Sensíveis a eletricidade ( causam estática, interferência, disparo de alarmes, mudam freqüências, choques, lâmpadas queimam ou piscam etc.

· Bons mediadores, diplomatas, pesam os dois lados do conflito.
· Auto-estima saudável, sabem intuitivamente de sua origem e realeza, de seu valor e dignidade. Agem com humildade quando equilibrados.

· Sonhos proféticos e com mensagens. Ardentes desejos de melhorar o mundo.
· Estão aqui para exemplificar uma vivencia melhor numa Terra melhor.
· Capazesde se moverem dentro das diferentes dimensões.
· Vivem num estado crístico de ser ( futuro de todos nós)

· Possuem almas de mestres com essências divinas acopladas espiritualmente da quinta dimensão até a nona.
· Possuem freqüência vibracional mais elevada, maior carga de energia. Precisam saber canalizá-la e distribuí-la corretamente. Energia superior.
· Estão também sofrendo mudanças em si mesmas. Caminham para a freqüência cristal, próximo degrau evolutivo humano.

· Não aceitam ambiente desumano, desarmônico, poluído, individualista, limitado
· Dificuldade em lidar com dinheiro (p/ganhar ou administrá-lo)
· Seus corpos têm dificuldades em equilibrar e manter-se estável com o enorme fluxo de energia constante. Falta-lhes aterramento adequado. Certa fragilidade. A energia de densidades diferentes não pode ser contida na embalagem (c.físico)

· Sentimento de missão (algo a fazer pelo todo, pelo coletivo).
· Sensação de estar fora do lar, saudade de algo fora da Terra.
· Compartilham tudo que sabem graciosamente, generosamente.
· Amam os cristais, os golfinhos
· Possuem uma sexualidade bem expressiva.
· Podem sofrer de dislexia, distúrbios de coordenação, atraso na fala.

Existem outras características não descritas aqui. Nem todos as possuem, assim como existem diferentes tipos de índigos, em diferentes níveis evolutivos. Também podem parecer totalmente diferentes por estarem em desarmonia, doentes, por sofrerem maus tratos e uma educação desajustada. Falarei adiante sobre isto no texto número dois.

FREQUÊNCIA ÍNDIGO

(N/2)
"A NOVA HUMANIDADE JÁ NÃO É HOMO SAPIENS, MAS HOMO NOETICUS, HOMEM DE CONSCIENCIA." John White (Membro da Associação de Antropologia Americana)
Quer dizer: que terá consciência de sua identidade com o divino e da unidade da vida, terá transcendido o ego narcisista _ Transformação da Consciência.

NOESE = estudo da consciência
Alterações físicas nos índigos:

· Mais hélices e genes em seu DNA.
· Glândula timo mais ativa e desenvolvida.
· Hemisfério direito do cérebro ativado e trazendo novas habilidades.
· Sistema neurológico diferente (mais ligações entre os neurônios )
· Alterações na química cerebral
· Sensação de corpo mais pesado.
Tipos de índigos:
1. CATIVOS:

Com energia índigo latente, porém sem desenvolvê-la. Resistem ao processo, negam sua própria essência, também a tudo que está fora da aceitação científica e tecnológica vigente. Não crendo mesmo que vejam!... Adaptaram-se ao sistema social coletivo (da maioria) que os envolvem e aprisionam. Não são felizes, procuram preencher um vazio em suas vidas com fascinações da matéria (poder, excelência no trabalho, dinheiro, fama, etc). Esforçam-se por seguirem na crista onda social, mas não são como os outros. São como "patinhos feios" ou peixes fora d"água, cegos de sua verdadeira realidade. Se defendem energicamente quando questionados em suas crenças e hábitos, principalmente quando sentem-se frustrados. Temem a crítica ou a não aceitação.



2. SIMULADORES: 

Mascaram suas diferenças. O espiritual holístico, alternativo lhes atrai, mas não assumem por medo da opinião alheia, do que está oculto, daquilo que não entendem ainda, de seus poderes, das manifestações que pensam desconhecer... Temem a discriminação dos outros, não admitem a rejeição e o desamor... Não agüentariam! São inteligentes e auto-exigentes. Arrogantes, mostram-se perfeitos, mas ocultamente, não confiam em si mesmos. Se esforçam por manter seus potenciais despercebidos, cobertos, ignorados, camuflados. São excelentes profissionais, éticos, mas não aceitam comandos. Precisam de aplauso e reconhecimento. Curiosos e buscadores. Às vezes irados, contestadores e desarmônicos. Sentem-se atraídos por questões mágicas e artísticas. Seguem a verdade externa, mas não a interna. Têm tendência a enfadar-se com o emprego e trocar de funções várias vezes. Seus valores oscilam drasticamente em situações diferentes ou estressantes.



3. REBELDES: 

Detestam regras familiares, autoridade dos pais ou professores, extremistas religiosos (chegando até ao fanatismo), reformadores políticos, anarquistas, revolucionários, excêntricos. Têm atitudes extremas, escolhas desafiadoras, com emocional instável e tumultuado. Não aceitam conselhos, mergulham de cabeça, sem medir conseqüências.
Rompantes de ira irracional, violência, alienação, vícios e caminhos autodestrutivos.
Vontades fortes resistem às pressões e opiniões, são tenazes e voluntariosos. Eternos adolescentes, sensíveis, agem por impulsos afetivos e emocionais. Vivem situações extremas para que possam provar a eles mesmos e aos demais, seus valores, coragem, ousadia e a pouca importância que dão ao entorno. Gostam de trabalhar pelo bem comum. Conhecem seus potenciais e dons. Inteligentes porém, sem alarde.



4. ESTRANGEIROS:

Os mais puros dentro da freqüência índigo! Desde crianças reconhecem e têm ativos seus dons paranormais. Grande capacidade de cura!... Sentem-se não pertencer a este mundo. Olham o céu com freqüência, buscando nas estrelas suas casas. Contato visual, auditivo ou em sonhos com anjos, mestres, naves espaciais, seres mágicos etc.
Hoje, estão a frente do processo de despertar da humanidade. São capazes de entender e captar a sincronia do universo. Perseverantes em suas missões, éticos, amorosos, honestos, íntegros, têm forte noção do certo e do errado, já possuem uma consciência expandida bem ativa. Porém podem se deixar levar por momentos de raiva e discussões acaloradas, quando aviltados, injustiçados ou traídos. Não guardam rancor, nem vingança. Buscam outras formas de luta, principalmente espirituais.
Essas características podem estar mescladas entre si ou com outras não listadas.
A Terra possui uma freqüência de ondas chamadas Schulmann, tendo permanecido durante milênios em 7,8 hertz. Esta freqüência tem influencia direta sobre os organismos vivos do planeta, que acompanham este ritmo como o coração do filho no ventre de sua mãe. São as pulsações do coração da Terra!... Quando os astronautas se afastaram da superfície terrena por longo período ficaram doentes. Ela atua no hipotálamo de todos os mamíferos. Pois bem esta freqüência vem se acelerando nos últimos anos: 11 hz em 2003 chegando a 15 e 17 hz num espaço bem curto. Isto implica em grandes mudanças eletromagnéticas, nas nossas células, sist. Nervoso central e DNA
A Terra aumentou sua ressonância com o centro galáctico, a força de seu campo magnético diminuiu, gerando maior aceleração atômica e subatômica com energia suficiente para mudar o tempo/espaço e a nossa consciência.
Estas mudanças obrigam um ajuste energético nos corpos de todos nós, podendo gerar doenças e desequilíbrios.
Veremos adiante estes desequilíbrios e os recursos de harmonizarmo-nos.
( todos têm freqüência índigo latente, precisando ser ativada para acompanhar a nova realidade humana e terrestre)

Estados de desequilíbrio: (doenças não diagnosticadas pelos médicos)
Confusão mental, nervosismo, instabilidade emocional, mudanças repentinas de humor, vertigens, febres, vícios, alterações no sono, no trato digestivo, medos, depressões, falta de concentração, estresse, insegurança, insatisfações, cansaço, dores etc.

Recursos que ajudam na melhora:
Exercícios físicos, alimentação saudável e mais natural, aliar-se a grupos espirituais, contato com os animais, crianças e a natureza (terra e água), música tranqüila, terapêutica, ambiente agradável, homeopatia, florais, limpeza energética (reiki, jorey etc), meditações, cristais e principalmente, procurar viver no amor!
Dificuldades dos índigos:

· Por sua grande sensibilidade maiores frustrações, traumas e desajustes energéticos, sociais, psíquicos – sentimentos de solidão, abandono, desamor.
· Ataques de raiva descontrolada, dificuldades em administrar sua grande energia, ambiente denso o afeta muito (efeito esponja), está sempre em choque entre sua energia mais sutil e a mais densa do planeta, de pessoas e de pensamentos pesados alheios.
· A desarmonia, gritos, violência, sofrimento os envolvem e perturbam. Detestam brigas, mentiras, imposições e desamor.
· Correm grande perigo num planeta ainda competitivo, materialista, grosseiro, cheio de fascínios e ignorância. Incompreensão e críticas ferinas. Discriminações que machucam e isolam.
· Ataques constantes das trevas ocultas que tentam desbaratar os planos de Deus.


Se sentem ameaçados e incomodados com a presença deles. Tem visões assustadoras do mundo sutil ao redor.


· Tentações e obstáculos para que se desvirtuam do projeto original de suas vidas.
· Quando vítimas de pais ignorantes e violentos podem ter suas polaridades invertidas (hiperativos, desatentos, agressivos, com bloqueios psicológicos, emocionais e espirituais). Sentem grandes medos, crises de depressão, pânico, com oscilações de valores e sentimentos. Podem recorrer às drogas.
· A não aceitação com naturalidade de sua para normalidade e dons especiais. Proibições de manifestá-los com rótulos pejorativos.
· Obrigá-los a seguir padrões fora de suas naturezas. Vê-los como problemas e não como presentes de Deus. Abafá-los e afastá-los da busca original.



Se os potenciais não se manifestam, outros comportamentos serão gerados. Lares desestruturados geram cicatrizes, danos terríveis, criando comportamentos estressantes, estranhos e agressivos. É a energia índigo poderosa invertida, mal direcionada e descontrolada. Ela vem como um tornado, destruindo tudo ao redor, porque tem que fluir de qualquer maneira. Aí diagnósticos equivocados são feitos, imobilizando, nocauteando com remédios fortes a criança indefesa, a luz que se turvará, quase a sumir!
Somos espelhos do meio em que vivemos e nos criamos. Aprendemos por imitação!...
"Educar não é encher um balde, é acender um fogo!"

Fontes de pesquisa:
Pedagogia _ 3000 . Noemi Paymal - Livro muito completo Silvia 11 2157 7035
Adultos Índigo . Ingrid Cañete




FREQÜÊNCIA ÍNDIGO(N/3)
"COSTUMAMOS EDUCAR PROFISSIONAIS, MAS NÃO EDUCAMOS SERES HUMANOS. ANTES QUE SURJA UM MÉDICO, UM POLÍTICO, UM SACERDOTE ETC... ANTES TEM QUE HAVER UM SER HUMANO."
Juan Angel Moliterni
A educação (família e escola ) e o ambiente em que se desenvolvem os índigos são fundamentais no cumprimento de suas missões planetárias. Eles precisam ser vistos como presentes divinos, mestres encarnados, não como desajustados ou problemáticos.
Se os problemas surgem é um sinal de que se precisa rever, com urgência, comportamentos e padrões emocionais passados para a criança, que percebe tudo, até os mais íntimos pensamentos, aprendendo por imitação (exemplos).
Uma família mal estruturada pode causar danos terríveis ao índigo.
Conselhos para um melhor relacionamento:

· Fortaleça a auto-estima da criança. Elogie e compreenda seus dons. Estimule sua criatividade. Honre seus trabalhos. Coloque na parede seus desenhos (se puder emoldure-os). Diga-lhe que o quer muito e que sempre estará ao seu lado, aconteça o que acontecer.


· Peça-lhe sua colaboração em pequenas tarefas (sem ordenar), aceite suas limitações e respeite sua vontade. Deixe-o explorar o ambiente (jardins, flora, fauna, solo, pedras, tecnologias, preparo dos alimentos, artesanato com sucatas etc), ensine-o a deixar limpo e arrumado o local após as atividades.


· Seja firme amorosamente. Nunca com gritos, pancadarias, xingamentos, autoritarismo, nem o humilhe ou o ameace com medos. Construa uma relação de amizade e admiração. Seja seu guia, orientador, não chefe!...


· Converse sobre o que espera dele. Em comportamentos inadequados, dê-lhe explicações racionais (conseqüências naturais de seus atos). Exemplifique com histórias sobre sua responsabilidade em suas ações. O porquê não fazer isto ou aquilo. O diálogo é o melhor caminho.


· Faça-se respeitar e respeite-o. Diga-lhe sempre a verdade, seja honesto. Nunca o proíba daquilo que você não é capaz de fazer. Lembre-se ele o observa e imita. Mude primeiro a si mesmo.


· Estimule a liberdade com responsabilidade. Deixe que faça coisas simples sozinho. Mostre-lhe como fazer com alegria e paciência. Ensine-o a vencer as dificuldades e a rir de seus próprios erros. Elogie as conquistas.


· Evite castigos e recompensas. Ele deverá se conscientizar da melhor forma de agir, com sabedoria, não por ameaças ou prêmios. Exemplifique com contos.


· Nunca use de psicotrópicos (como Ritalina ou Prozac ), chamados de "drogas da obediência" , que dopam, viciam, anestesiam, golpeiam a energia vital e enfraquecem os dons. Causam danos no cérebro, com efeitos colaterais bem sérios. Usá-las é impedir a mudança e evolução do planeta. Prefira como ajuda a homeopatia, florais, um psicoterapeuta qualificado e muito amor.


· Não rotule, pois carimbos aprisionam e causam baixa estima, medos e incapacitam. Os medos tiram a coragem, o pioneirismo, paralisam, causam perdas energéticas com furos na aura. Abrindo passagem para a entrada de energias parasitas e vampirescas. Adoecem.


· Dedique-lhe um tempo para ficarem juntos ( ler, jogar, brincar, passear ou apenas ouvi-lo) . Ensine-o a co-criar ( afirmações positivas, orações, desenhos, escritos do que desejaria para si, para o mundo e a família). Coloque cartazes num lugar onde sempre possa ver seus desejos (desenhos, recortes, colagens, palavras, frases, fotos etc).


· Quando surgir um conflito de idéias entre ambos, controle-se, não insista naquele momento, aguarde para dialogar noutra hora. Diga-lhe o que causa a raiva (estragos energéticos), traga-lhe à razão. Inverta os papéis, pergunte-lhe o que acharia se ele fosse o outro? Faça-o representar as diferentes situações. Qual a ideal? Por quê? O que faria para resolver o problema?


· Não o mime, nem o superproteja. Dê-lhe livros interessantes e educativos ( com exemplos). Leve-o para o teatro, museus, bibliotecas, consertos musicais, danças, contato com a natureza, esportes, cantorias em grupo, igrejas, práticas de servir, cuidar, amar sem separações, a perdoar etc .


· Fazer da hora das refeições um momento prazeroso. Rezar com ele antes, energizando água e alimentos, no final agradecer. Comida saudável, colorida, com bom odor e boa aparência... apetitosa. Dizer-lhe porque deve se alimentar. Comida na quantidade ideal, sem forçá-lo ou ameaçá-lo. Respeitar suas preferências e o ritmo de alimentar-se. Beber água pura bastante para desintoxicar-se.


· Simplificar e dar prioridades em sua vida, para evitar correrias, estresse e impaciência, sobrando tempo e espaço para curtirem juntos.



"A doçura atrai doçura. O mau gênio atrai o mau gênio!"
Só o exemplo arrasta!... A educação deve ser continuada, deve acontecer a vida toda.

As vibrações ou freqüências que podemos sintonizar definem nossa realidade. As realidades são escolhas nossas, pois vivemos num universo multidimensional, com infinitas possibilidades. Atraímos aquela que mais alimentamos.
O ser humano é um ser multidimensional e transcendental, com potencial ilimitado. Muito mais do que vemos ou podemos imaginar.
"Vós sois o sal da terra. E se o sal perder a sua força, com o que há de se salgar?" Jesus

A freqüência índigo impulsiona e ativa o reencontro das naturezas humanas e divinas dentro de si. Elevando o físico, trazendo a consciência superior aos níveis mais baixos e com isto dando condições ao espírito de se expressar na matéria. É a realização das bodas internas, a síntese entre as diferentes dimensões dentro de um ser.
Os novos seres já estão prontos para esta capacidade de unir-se com Tudo O Que É!...
São interdimensionais, isto é, têm a capacidade de comunicação com seres extra-físicos, de outras dimensões ou níveis de realidade. Antevêem o futuro e conhecem passados de outras eras, falam ou ouvem fadas, mestres, anjos etc. Alguns índigos sugerem, através de sonhos, aos seus futuros pais seus próprios nomes, antes do nascimento.
A ciência já se encaminha para a compreensão de um universo múltiplo _ Teoria das Cordas. (reconhecem no mínimo 11 dimensões). Cada camada (nível) é uma realidade e tem vida própria paralela às outras, com suas próprias leis. Por isso não é qualquer um que pode passar de uma para a outra, sem sofrer rupturas ou danos. É perigoso!...
Os índigos possuem este dom, podem ir com facilidade a outras dimensões _ são multidimensionais! Todos nós, seres humanos, possuímos partes de nós mesmos em diferentes níveis de realidades. Os seres humanos têm dentro de si, características simultâneas, de várias freqüências vibratórias, por isso os vários "eus" atuando em realidades paralelas. Sua mente viverá infinitas possibilidades de concretização em realidades infinitas. É dado ao homem o poder de acessá-las, por estar acoplado em ambos os mundos: superiores e inferiores. É ponte e detentor de um enorme e complexo campo energético interligado.
A medida que evoluímos ascendemos e nos expandimos, até que não haja mais separação (véus/ fronteiras) entre os níveis, apenas uma seqüencia contínua _ A Consciência Multidimensional ou Cósmica. Aí, circular entre as dimensões passa a ser natural e automático, tudo direcionado e processado pela mente.
Seremos anjos com corpos humanos!...


"Seja você a mudança que deseja ver no mundo." Ghandi

Afirmações para Consciência em Expansão:
 Tenho capacidade de cumprir, com êxito e facilidade, minha parte no Plano de Deus, sendo co-criador com Ele!... Sou um mestre de luz encarnado na Terra, evoluindo, me expandindo e ascendendo cada vez mais, cumprindo aquilo que aqui vim realizar para o meu bem e para o bem de todos. Ajudo a todos abrindo e sustentando novos paradigmas, sabendo discernir com sabedoria e clareza aquilo que deve mudar... Ajo com lucidez e determinação em meus projetos e empreendimentos.
Confio em mim e na Providencia Divina, com a certeza de que receberei em abundancia idéias, recursos, instrumentos, orientação intuitiva, colaboradores e respostas nas iniciativas inspiradas... A coragem, a saúde e a sorte me acompanham.
Utilizo as energias que me chegam de forma equilibrada, adequadas ao meu corpo físico, sem danos ou doenças... Possuo a freqüência dos grandes seres, anjos e mestres, podendo usar meus dons com facilidade sempre que precisar deles.
Estou aterrada e segura em minha vida terrena, em conexão harmônica com o céu e a Terra, calmo, balanceado e feliz... Faço crescer minhas raízes antes de fazer crescer o tronco, os galhos, as folhas, as flores e os frutos. Fortaleço-me em minhas inteligências múltiplas, em meu amor incondicional e minha paixão missionária.
Desenvolvo-me em todos os níveis, com equilíbrio energético e percepções avançadas. Tenho o apoio de meus guias e anjos protetores. Reconheço meu valor e tenacidade nas coisas que faço e crio. Sou original, amoroso, gentil, humanitário e vitorioso.
Sei mesclar com destreza a tecnologia e os recursos ancestrais sagrados da natureza terrena. Descubro novos caminhos e verdades por onde ando, estudo e incorporo tudo o que há de melhor nas diferentes culturas.
Sei transcender com rapidez e inteligência os problemas do caminho, sem danos ou estresse. Ajudo a criar um novo mundo de paz e felicidade sobre o planeta. Aprendo e ensino ao mesmo tempo. Vivo a unidade divina na Terra. Sou Deus em ação! Amém.

Abraham Maslow

http://www.solaraholistico.com/?id=62

Postagens populares