sexta-feira, 27 de julho de 2012

CRIANÇAS DA NOVA ERA





As Crianças da Nova Era
Para quem está acostumado a ler meus textos pode estranhar um pouco o tema, mas prossiga, é interessante... e extremamente necessário, pois muitos seres em nossa sociedade estão sendo mal compreendidos e mal aproveitados, com avaliações errôneas chegando até a tratamentos totalmente equivocados.
O que quero compartilhar com vocês não é teoria, mas minha experiência de atendimento com seres da nova era (crianças e adultos), e também muitas conversas com profissionais, além de vivenciar esta experiência em casa, com uma filha de 4 anos.
As crianças da nova era - também chamadas de Índigo e Cristal - podem ser facilmente identificadas em várias situações e estruturas: familiar, escolar e social.
Um ponto comum é que elas sempre estão criando situações extremamente desafiadoras e desgastantes para todos os envolvidos, inclusive para elas mesmas.
Na família, elas falam e agem de forma extremamente agressiva, desafiando a autoridade dos pais e não se importando para determinações e castigos, conseqüentemente instalando um caos na família, e para piorar, quando os pais e familiares tentam abrir um diálogo, este não flui com boa sincronicidade, pois falam, lêem e escrevem sobre assuntos que parecem não ser para sua idade e formação.
Na escola, são as crianças que os pais são constantemente chamados para conversas sobre como seus filhos estão sempre perturbando o bom andamento da aula, atrapalhando os demais alunos, e sempre com excesso de energia e dificuldade de concentração, e quase inevitavelmente, acabam sendo taxados de rebeldes ou simplesmente desinteressados.
Na sociedade, são muito seletivos em seus relacionamentos e às vezes parecem anti-sociais, porque a socialização torna-se um fardo pesado para eles devido a dificuldade de serem compreendidos e aceitos por parte do grupo, em geral sofrem muito por isso, não é raro ouvir seu filho dizer que prefere ficar sozinho no recreio, ou que ninguém gosta dele e que quase não tem amigos.
Têm dificuldade de aceitar autoridade absoluta, sem sentido e/ou explicação.
O que precisamos ter consciência é que o intelecto e a percepção destas crianças é excepcionalmente mais evoluído que o das crianças de sua idade e muitas vezes dos adultos ao seu redor, são dotados de uma espécie de inteligência múltipla.
Por isso que não faz sentido ficar 50 minutos ouvindo o professor discursar a respeito de um único assunto na sala de aula... elas já entenderam no início da abordagem do assunto e querem colocá-lo em prática.
Não é pertinente impor-lhes uma ordem sem que seja explicado o verdadeiro sentido daquela decisão, usando sempre a sinceridade e a coerência.
Isso parece simples, mas na prática a maioria dos pais repetem (muitas vezes sem perceberem) padrões ancestrais de autoridades hierárquicas em suas ações e determinações familiares, como por exemplo, atitudes repreendedoras envolvendo gritos e atitudes rudes que posteriormente nos causa arrependimentos.
Os seres Índigos chegaram para abrir caminhos, questionando e transformando todas as instituições rígidas que os cercam, começando pela família, depois abalam o padrão de ensino e a sociedade resolvendo problemas conhecidos de maneira diferente, incomodando demais tudo e todos, e tornando-se facilmente pessoas não muito convenientes em nossa sociedade conformista e padronizada.
O que não pode ser confundido é que devido estas crianças virem com este imenso potencial, são elas que devem ditar as ordens e fazerem o que bem entendem... nada disso... pois elas são dotadas de um potencial maravilhoso e revolucionário, porém não tem a maturidade de como usá-lo em nossa sociedade; é diferente criança questionadora de criança sem educação e/ou
sem parâmetros.
Aí vem a nossa responsabilidade como pais, educadores e cidadãos, sabermos lidar e conduzir com firmeza essa nova realidade com estas novas crianças, sem confundir limites com autoritarismo.
Nesse modelo podemos afirmar que não só teremos respeito por eles, como eles terão por nós.
Os seres Cristal já são crianças que trazem as qualidades da paz e do amor desprendido e incondicional ao próximo, a tudo e a todos, trazendo com isso o equilíbrio em seus ambientes, por mais caótico que sejam.
Identifique uma família problemática, um lar em constante desarmonia, com muitas brigas, e lá encontramos uma criança feliz, amorosa e sorridente, que todos acabam comentando: "não sei como aquela criança é tão maravilhosa em uma casa tão desestruturada...".
Pois então, lá está um ser Cristal no lugar certo e na hora exata para cumprir sua missão nesta família e também no meio social que faz parte, sem brigar e questionar, apenas quer harmonizar e se ligar a todos pela consciência e pelo amor, por isso podem não ter muita afinidade com a fala até os quatro ou cinco anos de idade, dando prioridade aos gestos, desenhos, e outras formas de expressão.
Devemos aprender a dialogar e a trocar com as nossas crianças da nova era e, ensinar-lhes os valores básicos do equilíbrio em suas vidas, com muitas referências e não restrições, para que possam encaminhar seus potenciais, facilitando a sua conduta e direcionamento em nossa sociedade, que se beneficiará com este diferencial de comportamento, renovando estigmas e
padrões que já não nos servem mais.
As crianças Índigo e Cristal vieram em tarefa especial, para impulsionar mudanças maravilhosas na humanidade e no planeta terra, elas vêm nos ensinar qual o melhor caminho a seguir, e conseqüentemente a reorientação da humanidade para a verdadeira Paz e o Amor - transformações e necessidades tão imediatas para nossa sobrevivência.
Será que você tem uma ao seu lado?




CRIANÇAS ÍNDIGO E CRISTAL

O Contrato entre Pais e Filhos
Antes de uma alma encarnar na Terra ela seleciona um local e a família que preencherá as suas necessidades espirituais de crescimento e evolução. Vocês podem estar certos que as vossas crianças os selecionaram por uma razão que as conduzirá ao crescimento delas assim como também ao vosso, pois estes contratos de alma são sempre de natureza mútua.
Os pais se responsabilizam por criar a alma que chega a seu corpo jovem assim como protegê-la e dar-lhe tudo o que necessita para sobreviver no plano material. Os pais também se responsabilizam por ajudar no desenvolvimento de quaisquer habilidades e talentos que possam fazer parte da missão espiritual da criança neste planeta.
A criança, por sua vez, responsabiliza-se em ajudar os pais a elevarem a sua consciência através da convivência com uma alma de vibração superior e de mais profunda sabedoria. Este é o caminho natural da evolução, onde a alma da criança está sempre numa espiral superior de evolução e podendo, portanto, auxiliar os pais a também evoluírem. Mas os pais necessitam estar conscientes desta dádiva. Tantos pais adormecidos vêem suas crianças como seres vulneráveis, que necessitam ser controladas e moldadas, que são incapazes de ver a sabedoria e a dádiva que vem com cada criança.
Na futura Nova Terra, cada criança que nascer será reconhecida por sua sabedoria como alma. E os pais estarão conscientes de seu contrato com a criança, e buscarão cumpri-lo juntamente com suas obrigações materiais para o bem estar físico da criança.
ternura Pictures, Images and Photos
Criança Índigo
Os pais que aceitam apoiar e criar uma criança da vibração Índigo concordaram em ser os zeladores de uma alma que traz uma nova forma de energia para o Planeta.
Crianças Índigo são almas pioneiras e seus pais acordaram em juntarem-se a eles para serem os pioneiros de novas formas de vida familiar e comunitária.
A missão da alma da criança é questionar e desafiar velhas formas e criar o caminho para a manifestação de novas formas. Uma criança Índigo é também sensível, amorosa, talentosa e intuitiva. Os pais responsabilizam-se em encontrar formas de estimular esta sensível e bela energia e ajudar no desenvolvimento dos dons e talentos da criança até ao ponto que puderem.
A criança, por sua vez, se compromete a ser a instrutora de novos caminhos. Mas para fazer isto precisa desafiar e questionar os velhos caminhos. A criança Índigo faz isto de duas maneiras. Primeiramente, ele ou ela questiona ou desafia todos os sistemas de crenças e “regras” que vocês ou qualquer outra pessoa tente impor a elas. Desta forma elas lhes mostrarão o que funciona para elas e o que não, e dependerá de vocês, como pais, ouvirem e aprenderem,e não tentarem impor a vossa vontade a elas.
O segundo método de ensinamento é a criança prover um “espelho” para os pais. A criança aceita os padrões disfuncionais que os pais estão a fazer prevalecer nas suas vidas. Estes padrões têm geralmente a ver com a baixa auto-estima e a não aceitação do eu. É por isto que tantos Índigos entram em padrões auto-destrutivos de abuso de drogas e promiscuidade sexual. Eles estão refletindo de volta à suas famílias e comunidades os padrões auto-destrutivos que eles aprenderam.
É também por isto que muitos pais de Indigos lutam com os padrões de comportamento aparentemente destrutivos dos adolescentes Índigos. Os pais precisam compreender que necessitam examinar os seus próprios padrões destrutivos e começar a vivenciar padrões mais amorosos e revigorantes que auxiliem a si e à suas crianças. Quantos pais preenchem suas mentes e corpos com pensamentos e substâncias tóxicas e gastam seu tempo com trabalhos que não gostam, anulando os seus verdadeiros sentimentos? A vossa criança Índigo o alertará disto e será o vosso guia para libertá-los destas formas de ser aprendidas e herdadas. Elas vos ajudarão a despertarem para quem e o que vocês são e para o que vocês são capazes quando são verdadeiros consigo mesmos.
Crianças Cristal
A criança da vibração Cristal traz um tipo diferente de contrato com os pais. Pode-se dizer que onde as Índigo são a equipe de demolição, as Cristal são os construtores. É por isto que Índigos e Cristais encarnam com tanta freqüência na mesma família. Isto permite que sejam removidas as velhas estruturas e as novas sejam construídas.
Mas uma criança Cristal é um ser de vibração muito alta e a missão de sua alma inclui trabalhar na Rede Planetária Cristal e manter a energia para facilitar a mudança global. Assim sendo, o contrato com a criança Cristal é ainda mais desafiador para os pais que precisam compreender que esta pequena criança é também uma alma sábia e poderosa cujo trabalho se estende além dos estreitos perímetros da família.
É por isto que as crianças Cristal estão frequentemente estressadas e superenergizadas. Elas estão trabalhando com as energias daqueles à sua volta, não apenas ao nível familiar, mas também ao amplo nível comunitário. O desafio é dos pais em compreenderem a natureza do trabalho do ser e alma da criança Cristal e tentarem apoiá-los de acordo.
Em retorno, a criança Cristal auxiliará no crescimento espiritual dos pais. A criança Cristal é capaz de “atrair” para a vida dos pais as pessoas e eventos que os pais necessitam para seu desenvolvimento. Isto é porque a consciência da criança Cristal frequentemente se estende de forma muito ampla e pode localizar e atrair aqueles seres que poderão ser mais benéficos naquele momento para a família. Portanto, pais de
crianças Cristal frequentemente se encontram numa trilha de acelerado crescimento e desenvolvimento que é a dádiva de sua criança.
O crescimento espiritual irá auxiliar mais frequentemente a criar um nível superior de consciência dentro da família e também a criar novas formas de interação familiar e respeito. O ensinamento mais poderoso aqui é o da “Igualdade do ser”. A criança Cristal presenteia a família com energias poderosas, amorosas e criativas. É o “equivalente” dos pais e precisa ser tratada com exatamente o mesmo amor, respeito e honra.
No futuro, as crianças serão consideradas como iguais e com “direitos” iguais na família e não apenas como dependentes. As crianças serão consultadas nos assuntos familiares que as afete e lhes serão dadas opções e escolhas. Este é o ensinamento delas e seu contrato com vocês, como pais – honra, respeito, apoio e amor, que é mutuo e mutuamente benéfico.
Arcanjo Miguel através de Célia Fenn

Postagens populares